sexta-feira, 27 de maio de 2011

ESFOLIAÇÃO, Afinal o que é?

Muito se fala sobre Esfoliantes, e até se utiliza a terminologia equivocada em alguns produtos Esfoliantes como Pelling´s que são processos independentes, todo pelling´s promove uma esfoliação, mas nem todo processo de esfoliação é Peeling.

No texto abaixo irei comentar sobre os ESFOLIANTES, esses ativos cosméticos tão utilizados nos procedimentos em cabine são um ‘divisor de águas’ nos procedimentos estéticos, já que após sua aplicação promovem:

 Aceleração da remoção das células mortasProcure refletir sobre a sua vida pessoal, aproveite para fazer uma retrospectiva íntima e se debruçar sobre aspectos seus, que normalmente não são avaliados na correria do dia-a-dia.

 Promove amolecimento capa córnea

 Promove Renovação Celular

 Melhor penetração dos Ativos Cosméticos

Para promover a hidratação cutânea se faz necessário preparar o estrato córneo com agentes ESFOLIANTES que são indicados:

 Inicio de tratamentos estéticos

 Melhorar Hidratação Cutânea

 Melhor e maior absorção dos Ativos Cosméticos

 Estimular circulação sanguínea

Resultados obtidos após esfoliação

 Pele uniforme

 Pele macia

 Pele mais clara (remoção céls. Mortas)

 Melhor receptividade da pele aos Ativos Cosméticos

No mercado cosmético os Esfoliantes são classificados:

 Esfoliantes químicos: AHA´S, PHA´S, Betahidroxiácidos, Lacato de Amônia, Uréia, Àc. Salicílico, Ác. Retinóico – Agem quimicamente com os substratos cutâneo

 Esfoliantes físicos: Sementes de apricot, Caroços de bambu, grãos de polietilenoglicol, PVA ‘Rolling’ sílica, sais’ sal grosso’, esferas de jojoba, esses agem de forma mecânica, promovido pelo atrito com local a ser aplicado, devem ser removidos após aplicação

 Esfoliantes Enzimáticos: Bromelina, Papaína e outras enzimas que agem acelerando processos bioquímicos, ideal ser aplicado antes de uma máscara facial, procedimento que irá fazer uso da iontoforese, corrente galvânica, radiofreqüência.

Sugestão quanto à escolha dos VEÍCULOS COSMÉTICOS, carreadores de Ativos Esfoliantes e sua permeação cutânea

 Géis: Ação superficial há penetração mais lenta e uniforme (peles sensíveis)

 Cremes: Promovem maior deslizamento na aplicação dos produtos (peles secas)

 Óleos: Facilitam a aplicação e ajudam na perda pela evaporação. (tratamento corporal)

Quanto a FREQUÊNCIA da esfoliação, em cabine acelerao os resultados,  ideal usar em todos os procedimentos, em home care cabe a indicação precisa e cuidadosa, no caso da esfoliação corporal sugiro: Mensalmente ou a cada três meses.

Atenção ao selecionar tipos de ATIVOS esfoliantes, para corpo e face. 



Para o profissional de estética e imprescindível observar avaliar no momento da anamnese, grau de sensibilidade da pele, que irá optar pelo uso ou não de determinados Esfoliantes.



Esfoliante corporal Cristais de Quartzo



Esfoliante químico com AHA´S


Esfoliante enzimático


Esfoliante facial com Apricot/Argila

Um comentário: